quarta-feira, 13 de abril de 2011

Imagine...

Estava fuçando em textos antigos e encontrei esse que fiz quando trabalhei numa empresa de calçados aqui em Franca...


Memorando “Imagine”

A quem interessar possa...

A imaginação é mais importante do que a inteligência – Albert Einstein.

Temos que ter Produto. Nossa fábrica faz calçados, e é isso que temos que priorizar. Corretissimo!
Dentro deste conceito, sabemos que não somos os únicos a pensar assim, nem os únicos a buscar a melhoria destes produtos de forma contínua. Não somos os únicos a planejar a melhor forma de expor nossos produtos, existe uma disputa enorme pelos melhores espaços nas vitrines, nos outdoors e revistas, isso sem mencionar os custos de publicidade. Mesmo em tempos de condições favoráveis para investimento em publicidade, sabemos que não é simplesmente queimar a verba, deve haver planejamento e sacadas geniais para fazer o retorno acontecer. Sabemos também que não somos os únicos a saber disso. Sabemos de muita coisa. Isto posto, nos resta a pergunta:
“O que podemos fazer para que ao entrar numa loja com o propósito de comprar um calçado o consumidor escolha o nosso e não o do concorrente?”
Tenho algumas sugestões. Lennon usou o tema “Imagine”. O legal desta palavra é que ela se escreve igual tanto em inglês quanto em português. Então vamos ao Imagine:
Imagine se tivermos um foco definido de publico, produto e estilo, que foi determinado por observação de tendências mercadológicas mais seguras e com maior probabilidade de ocorrerem do que uma simples pesquisa de mercado e troca de idéias entre amigos. Imagine podermos dizer “Não, obrigado!” para novas ondas que surgirem e não for parte daquilo que temos como foco?
Imagine termos um produto inteligente, bonito, bem produzido, que flutue na linha de produção sem representar peso para nenhum setor envolvido, que faça sorrisos abrirem na medida em que vai passando pelas etapas de elaboração e produção até chegar ao consumidor final. Algo mais ou menos como a Ford disse que aconteceu quando fizeram o Focus (Happy Together).
Imagine termos um processo produtivo sem perdas, sem desperdício, com melhor aproveitamento das funções e habilidades dos colaboradores?
Imagine termos equipes interligadas com um senso de cooperação mútua maior do que nosso ego, visando sempre que é ótimo para nossa empresa quando tudo acontece de modo a contribuir para que no final do dia trabalhado os pares planejados estão nas caixas que a expedição está separando para a transportadora entregar.
Imagine este produto ao chegar na loja, ser desembalado para exposição e venda, passar para todos que o tocam e olham, a mesma energia positiva que corre aqui onde ele é feito.
Imagine um espaço reservado no ponto de venda onde nosso produto estará em seu habitat natural, uma ambientação planejada para mostrar os detalhes que compõem o produto, uma exposição composta de iluminação, som, aromas, tato, uma comunicação que ative os cinco sentidos do consumidor.
Imagine um vendedor nosso dentro da loja, vestido com o visual da empresa, sorriso na cara, informado sobre as características tecnológicas do nosso produto por experiência própria na pratica esportiva ou uso casual. Um vendedor que vai promover a venda, encantar até mesmo o curioso que entrar na loja pra perguntar onde fica o açougue do seu João, que depois de falar com este vendedor vai para o açougue com um produto nosso nos pés, se perguntando por quê demorou tanto para colocar os pés algo tão bom.
Imagine uma promoção que vai alavancar vendas não por tirar produtos do estoque, mas para oferecer uma experiência extendida a quem ainda não possui um de nossos produtos e então agora vai ter e participar do que é ser um feliz consumidor de nossos produtos.
Imagine este produto, ao cumprir seu papel e atingir o ponto de descarte, poder ser descartado como no lixo reciclável, sem causar impacto destrutivo na natureza, nem na origem nem no fim do seu ciclo de vida útil.
Imagine que este produto pode mudar vidas. Pode trazer à realidade sonhos que estavam adormecidos ou até mesmo mortos. Pode levar oportunidades a quem achava que nunca teria uma. Pode mudar as pessoas. E mudando as pessoas, o mundo.
Apenas imagine.

Gustavo Barbosa
Designer de Produtos
09/01/2000inove!

Nenhum comentário: